Composto de matriz de metal (MMC)

Compostos cerâmicos/de metal em construção de metal leve

A gama de aplicações para componentes de metal leve de alta resistência, principalmente o alumínio, mas também o magnésio e o titânio, está em constante crescimento. O motivo para o uso dos metais leves na indústria automotiva é reduzir o peso e essencialmente diminuir as emissões e o consumo de combustível.

Vale a pena saber:

Exemplo característico de composto cerâmico/de metal AO-403 da CeramTec

  • Liga de metal 60 Vol.-% AlSi9MgMn
  • Cerâmica 40 Vol.-% Al2O3
  • Densidade 3,21 g/cm3
  • Resistência à flexão 550 a 620 MPa
  • Força elástica 380 a 460 MPa
  • Carga de quebra aprox. 0,5%

Porém, a construção do metal leve atinge seu limite nas áreas onde é necessário resistir altas pressões tribológicas, mecânicas ou térmicas. Essas fragilidades podem ser resolvidas mantendo um baixo peso do componente através do reforço direcionado, e em alguns casos, parcial do metal com partículas de cerâmica. É possível variar o tipo de partículas de cerâmica, seu tamanho e frações de volume. Os objetivos do design de estrutura técnica e de aplicação específica para tais cerâmicas incluem:

  • Aumento da força mecânica
  • Influência da fricção e desgaste (tribologia)
  • Influência da expansão térmica
  • Aprimoramento da estabilidade térmica

Exemplos de aplicação para compostos cerâmicos e de metal (também denominados compostos de matriz de metal, MMC) são conexões de cilindros nos motores (tribologia), paredes de rebaixo de pistão (tribologia), placas de pastilhas de freio (peso), mancais (expansão térmica), discos de freio (tribologia), produtos esportivos ou dissipadores em eletrônicos.

Produtos fabricados com composto de cerâmica-metal (MMC)

As descrições do produto que seguem os links nesta página conduzirão à versão em idioma inglês da página de internet da CeramTec International.

Produtos marcados com um ícone da bandeira brasileira estão disponíveis na versão em idioma português para o Brasil.