Componentes Cerâmicos BIOLOX® para Articulação do Joelho

BIOLOX®delta para Cirurgias de Joelho –
A Artroplastia do Joelho isento de Metal

O número de operações de substituição da articulação do joelho realizadas a cada ano está crescendo de forma constante. Especialistas estimam que sao implantados cerca de 2 milhões de joelhos a cada ano. Como resultado, a substituição do joelho é a cirurgia de articulação mais realizada, mesmo tendo precedência sobre a cirurgia de substituição do quadril.

A expectativa de vida da população do mundo é maior agora do que nunca: como tal, a necessidade de uma maior mobilidade e uma melhor qualidade de vida mesmo após a realização de uma cirurgia de artroplastia do joelho também aumentou. A incidência de substituição do joelho em pacientes jovens e ativos também aumentou bastante e deste modo a Artroplastia de Joelho tem que buscar resultados que permitam ser possivel oferecer uma longa vida útil ao implante.

Além disso, a infecção, o desgaste do polietileno, o afrouxamento do implantes e a alergia ao metal estão entre os maiores problemas em artroplastia do joelho. O afrouxamento asséptico é o mecanismo predominante de falhas e revisão (31,2%), seguido por instabilidade (18,7%), infecção (16,2%), desgaste de polietileno (10,0%), artrofibrose (6,9%) e mau alinhamento (6,6%). 1 Por isso, a escolha do material de implante é tão importante, especialmente no que diz respeito às propriedades de desgaste e comportamento biológico dos materiais selecionado.

A infecção em artroplastia - Uma das razões mais comuns para Revisão 2 2

Mostrar mais

“A infecção Articular Periprotética (IAP) é uma das complicações mais devastadoras da artroplastia ... a prevalência de IAP parece estar em ascensão, com um número superior a 60.000 casos por ano atualmente e projetado para mais de 70 mil casos de quadril e joelho nos Estados Unidos para o ano de 2023.”3

O aumento dos casos de revisão do Quadril e do Joelho causadas por infecção deverá ultrapassar os custos anuais aos hospitais norte-americanos por USD 1,62 bilhões até 2020. 4 No entanto a IAP seja uma complicação pouco frequente (a incidência é de 1% - 2% nos Estados Unidos), é a terceira indicação mais comum para a revisão de artroplastia total do joelho primária na população Medicare. 27, 28

Problemas com os Implantes Metalicos: O desgaste do Polietileno

Mostrar mais

Os Implantes para Artroplastia de Joelho são geralmente fabricados em uma liga metalica de Aço cromo cobalto; A liga de titânio é por vezes usado para o prato tibial. Um inserto de polietileno é usado como superficie e articulação contra o componente femoral. Evidências clínicas e resultados de acompanhamento de longo prazo mostram que a soltura asséptica limita a vida util do implante. Uma das causas mais importantes de soltura asséptica é o desgaste do inserto de polietileno.7

Como foi demonstrado em muitas investigações, um aumento na taxa de desgaste do polietileno pode levar a um aumento da taxa de afrouxamento como um resultado da formação de granulomas e reacções de corpos estranhos com a consequente destruição de material ósseo. Os materiais Cerâmicos Biolox tem mostrado resultados significativos na redução do desgaste do polietileno

Sensibilidade aos Metais

Mostrar mais

Fonte: CeramTec/Usbeck
 

Fonte: CeramTec/Usbeck
 

”O predominío de sensibilidade aos metais entre os pacientes com um bom funcionamento do implante é de cerca de 25%, cerca de duas vezes o da população em geral.”8

In vivo, a liberacao de íons metálicos pode provocar reacções biológicas. As ligas utilizada para articular componentes contém normalmente metais tais como cobalto, crómio e níquel. Vários relatos de casos e estudos clínicos relatar as manifestações clínicas dos diferentes tipos de alergias aos metais, como eczema, dificuldade na cicatrização de feridas, derrames recorrentes, inchaço local, dor persistente, osteólise e reações semelhantes a pseudotumor com a destruição muscular subseqüente.8,9,16,17,18,19,20

Em muitos casos, a sensibilidade a estes alergénios resultou na revisão dos implantes de joelho

As Cerâmicas BIOLOX®delta oferecem novos Avanços para a Cirurgia do Joelho

”Na artroplastia total do joelho, os materiais Cerâmicos BIOLOX revelaram e dados experimentais superiores com relação as baixas taxas de desgaste, bem como resultados promissores das primeiras aplicações clínicas.“15

”Os implantes de cerâmica são uma solução promissora para pacientes com alergias contra materiais de implante metálico.“13

Cerâmicas de alta performance são biocompatíveis e bioinertes. 10 O material cerâmico não provocar quaisquer reacções alérgicas conhecidas. Relatos de casos de Artroplastia de quadril e joelho descreveram melhora significativa dos sintomas e redução dos níveis de íons metálicos quando a revisão é realizada usando componentes cerâmicos para reduzir o efeito adverso causado pelos componentes metálicos dos implantes.21,22,23,24,25,26

BIOLOX® cerâmica são extremamente estáveis e bem toleradas pelos tecidos do Corpo Humano. 11,12 Por esta razão, componentes cerâmicos são agora usados também na artroplastia do joelho. 13,14 A superfície da Cerâmica Biolox, extremamente duro e liso, com baixssima rugosidade minimiza o desgaste do polietileno. 15

Estudos tem sugerido que a cerâmica poderia ser superior aos outros materiais também em relação a obtenção das mais baixas taxas de infecção possíveis. 5,29,30,31,32,33,34 Estes estudos compararam cerâmica com metais e polímeros. Análises com base em informações de vários hospitais e registos nacionais de 500.749 revisões de quadril, vários deles com a implementação da análise de Cox, confirmaram o potencial do material cerâmica Biolox para reduzir o risco de revisão devido à infecção. 6

Vale a pena saber:

Implantes de joelho BIOLOX®delta - Metal-Free

  • Baixo risco de revisão por infecção*
  • Seguro em termos de liberação de
    íons metálicos*
  • Reações patogênicas para as partículas de cerâmica são improváveis*
  • Não são conhecidos riscos de alergia*
  • Excelente comportamento Biológico*
  • Menor desgaste del polietileno contra
    la cerámica*
  • Resistentes a desgaste causado por
    terceiro corpo*
  • Altíssima resistência ao riscamento da superficie da articulação cerâmica*
  • 5 años de uso clínico satisfactorio*

 
Os implantes de joelho fabricados com BIOLOX®delta sao registrados pelos clientes da CeramTec. Eles não estão aprovados pelo FDA e não estão disponíveis em todos os países.
*CeramTec dispone de referencias en sus archivos para quienes las soliciten.

Referências

  1. Lombardi AV Jr , Berend KR , Adams JB .: Why knee replacements fail in 2013: patient, surgeon, or implant?. Bone Joint J. 2014 Nov;96-B(11 Supple A):101-4. doi: 10.1302/0301-620X.96B11.34350
  2. Australian Orthopaedic Association National Joint Replacement Registry. Annual Report. Adelaide:AOA; 2014
  3. A Recurring Slippery Slope, Javad Parvizi, M.D., F.R.C.S., CURRENT CONCEPTS IN JOINT REPLACEMENT® Winter 2014 Hyatt Regency Grand Cypress, Orlando, Florida, December 10 - 13, 2014
  4. Kurtz SM1, Lau E, Watson H, Schmier JK, Parvizi J., Economic burden of periprosthetic joint infection in the United States. J Arthroplasty. 2012 Sep;27(8 Suppl):61-5.e1. doi: 10.1016/j.arth.2012.02.022. Epub 2012 May 2.
  5. Liefheit K, Vergleichende Biofilmbildung auf Werkstoffe, Bericht, iba Heiligenstadt e.V. FB Biowerkstoffe, 2013
  6. Streicher R, Porporati A. News on ceramics – beyond wear reduction. Abstract EHS 2014, Streicher RLeto A., Pororati A.. News on ceramic – wear, corrosion and infection. Poster JHS 2014
  7. A. Seth Greenwald, DPhil(Oxon); Jonathan P. Garino, MD: Alternative Bearing Surfaces: The Good, the Bad, and the Ugly. J Bone Joint Surg Am, 2001 Nov; 83 (2 suppl 2): S68 -72 . http://dx.doi.org/
  8. Hallab NJ1, Anderson S, Stafford T, Glant T, Jacobs JJ.: Lymphocyte responses in patients with total hip arthroplasty. J Orthop Res. 2005 Mar;23(2):384-91.
  9. Gawkrodger DJ. Metal sensitivities and orthopaedic implants revisited: the potential for metal allergy with the new metal-on-metal joint prostheses. Br J Dermatol. 2003 Jun;148(6):1089-93.
  10. B. S. Bal, D. D. Greenberg, T. J. Aleto: Primary Total Knee Replacement with a Zirconia Ceramic Femoral Component. Bioceramics and Alternative Bearings in Joint Arthroplasty Ceramics in Orthopaedics2005, pp 183-190
  11. Hinorobu Oonishi M.D., PHD, S.-C. Kim, M. Kyomoto, M. Iwamoto, M. Ueno: Comparison of In-Vivo Wear between Polyethylene Inserts articulating against Ceramic and Cobalt-Chrome Femoral Components in Total Knee Prostheses. Bioceramics and Alternative Bearings in Joint Arthroplasty Ceramics in Orthopaedics2007, pp 149-159
  12. White SE, Whiteside LA, McCarthy DS, Anthony M, Poggie RA.: Simulated knee wear with cobalt chromium and oxidized zirconium knee femoral components. Clin Orthop Relat Res. 1994 Dec;(309):176-84.
  13. Philipp Bergschmidt, Rainer Bader, Dirk Ganzer, Christian Hauzeur, Christoph Lohmann, Alexander Krüger, Wolfgang Rüther, Domenico Tigani, Nicola Rani, José Luis Esteve, Fernando Lopez Prats, Claudio Zorzi, Vincenzo Madonna, Stefano Rigotti, Francesco Benazzo, Stefano Marco Paolo Rossi, Wolfram Mittelmeier: 15-year clinical and radiological outcomes of a prospective international multi-centre study on a ceramic femoral component in total knee arthroplasty. Deutscher Kongress für Orthopädie und Unfallchirurgie (DKOU 2014). Berlin, 28.-31.10.2014. Düsseldorf: German Medical Science GMS Publishing House; 2014. DocPO22-945
  14. Benazzo F, Dalla Pria P, Mittelmeier W, Tigani D, Zorzi C, Ganzer D, Lohmann CH, Cimbrelo EG, Merchan CR, Saura EM, Lizaur AU, Couceiro JF, Burelli S. Reasons using a Ceramic Femoral Component and First Clinical Experience. In:Chang JD, Billau K. (eds.).Bioceramics and Alternative Bearings in Joint Arthroplasty, Steinkopff-Verlag:145–148, 2007
  15. Zietz C, Bergschmidt P, Lange R, Mittelmeier W, Bader R. Third-body abrasive wear of tibial polyethylene inserts combined with metallic and ceramic femoral components in a knee simulator study. Int J Artif Organs 36(1):47-55, 2013
  16. Campbell P, Embrazadeh E, Nelson S et al. Histological features of pseudotumor-like tissues from metal-on-metal hips. Clin Orthop Relat Res 2010;468(9):2321-2327
  17. Kwon YM, Ostlere SJ, McLardy-Smith P et al. “Asymptomatic” pseudotumors after metal-on-metal hip resurfacing arthroplasty prevalence and metal ion study. J Arthroplasty 2010;92:356-361
  18. Malviya A, Holland JP. Pseudotumours associated with metal-on-metal hip resurfacing: 10-year Newcastle experience. Acta Orthop Belg 2009;75:477-483
  19. Registry AOANJRR, Demographics and Outcomes of Shoulder Arthroplasty, Report 2012
  20. Thomas P, Schuh A, Ring J, Thomsen M. [Orthopedic surgical implants and allergies. Joint statement by the Implant Allergy Working Group (AK 20) of the DGOOC (German Association of Orthopedics and Orthopedic Surgery), DKG (German Contact Dermatitis Research Group) and DGAKI (German Society for Allergology and Clinical Immunology], Orthopäde 2008; 37(1):75-88
  21. Algarni AD, Huk OL, Pelmus M. Metallosis-induced Iliopsoas Bursal Cyst Causing Venous Obstruction and Lower-limb Swelling After Metal-on-metal THA. Orthopedics 2012, 35(12):1066-1069
  22. Bergschmidt P, Bader R, Mittelmeier W. Metal hypersensitivity in total knee arthroplasty: Revision surgery using a ceramic femoral component - A case report. Knee 2012;19:144-147
  23. Kosukegawa I, Nagoya S, Kaya M et al. Revision Total Hip Arthroplasty Due to Pain From Hypersensitivity to Cobalt-Chromium in Total Hip Arthroplasty. J Arthroplasty 2011;26(6):978.e1-3
  24. Krenn V, Thomas P, Thomsen M et al. Histopathological Particle Identification. CeraNews 2013:2:12-17
  25. Maurer-Ertl W, Friesenbichler J, Liegl-Atzwanger B et al. Noninflammatory Pseudotumor Simulating Venous Thrombosis After Metal-on-Metal Hip Resurfacing. Orthopedics 2011;34(10):678
  26. Watters TS, Cardona DM, Menon KS et al. Aseptic lymphocyte-dominated vasculitis-associated lesion: a clinicopathologic review of an underrecognized cause of prosthetic failure. Am J Clin Pathol 2010;134(6):886-93
  27. Kurtz SM, Ong KL, Lau E, Bozic KJ, Berry D, Parvizi J. Prosthetic joint infection risk after TKA in the Medicare population. Clin Orthop Relat Res 2010; 468:52-56.
  28. David J. Jaekel M.S., Ph.D., Kevin L. Ong Ph.D., P.E., Edmund C. Lau M.S., Steven M. Kurtz Ph.D.: The Epidemiology of Total Joint Arthroplasty Infections. Infected Total Joint Arthroplasty 2012, pp 35-54
  29. Trebse R, Levasic V, Milosevic I, Kovac S. Does the bearing type influence the incidence of periprosthetic infections of the hip? CeraNews 1/2014, 12-14
  30. Parvizi J. Periprosthetic joint infection: could the bearing surface play a role? CeraNews 1/2014, 11
  31. Smith L, Alijanipour P, Restrepo C, Maltenfort M, Parvizi J, Malkani A. Periprosthetic joint infection: could the bearing surface play a role? Abstract, Meeting of the Eastern Orthopaedic Association 2014
  32. 10th Annual Report: National Joint Registry for England, Wales and Northern Ireland, 2013
  33. Falcioni S, Ancarani C, Bordini B, Pichierri M, Stea S. Influence of articular coupling on septic loosening of total hip arthroplasty. Abstract EHS 2014
  34. Steven M. Kurtz PhD, Edmund Lau MS, Kevin Ong PhD, Ke Zhao MA, MS, Michael Kelly MD, Kevin J. Bozic MD, MBA: Future Young Patient Demand for Primary and Revision Joint Replacement. National Projections from 2010 to 2030. Clin Orthop Relat Res (2009) 467:2606–2612, DOI 10.1007/s11999-009-0834-6

Contato recomendado

Clique no botão "Contatos" à direita, para obter uma lista com os contatos de responsáveis diretos no Grupo CeramTec.